Educação financeira infantil é bom?

A educação financeira é algo necessário a vida de todas as pessoas, sendo uma ótima opção trabalhá-la desde cedo, assim deixando de colocar em risco projetos futuros que podem ser comprometidos pela falta de organização financeira ou mal uso das finanças, com gastos desnecessários. Nesse contexto entra o que chamamos de educação financeira infantil, quando você já inicia a criança no mercado financeiro, ensinando ela desde pequena como lidar com o dinheiro, o que fazer com ele, como focar apenas no necessário e evitar gastos que podem ser contornados, entre outros. Será mesmo que aplicar a educação infantil é bom?

  Para responder a sua pergunta vamos conhecer um pouco mais sobre a educação financeira infantil, como ela é desenvolvida e quais os principais benefícios de sua aplicação a curto e longo prazo.

educação financeira
family, children, money, investmen and happy people concept – happy father and daughter with big pink piggy bank

Como funciona a educação financeira infantil?

A educação infantil funciona ensinando a criança os bons hábitos de como lidar com o dinheiro, quais as coisas que ele pode ser gasto como necessidades e quais os momentos em que se pode evitar os gastos e guardar o dinheiro, ensinando, por meio, disso formas de economia das finanças. Com a educação financeira infantil a criança consegue desenvolver desde pequena a noção de que o dinheiro deve ser investir apenas em coisas necessárias, e não sair gastando sem uma noção do retorno ou o valor que foi gasto.

Benefícios da educação financeira infantil

  Os principais benefícios de trabalhar a educação financeira com as crianças é que você prepara elas para lidarem com o mercado e empreendimentos desde pequena, o que incentiva o seu crescimento intelectual no âmbito financeiro e faz com que tenham sempre uma vida saudável e regrada nesse quesito. É sempre importante deixar bem claro para os pequenos quais os limites necessários para se ter uma boa vida, sem muitas preocupações, e quando crescer se tornar um adulto com saldo positivo, sem precisar se preocupar com dívidas geradas em excesso e sem necessidade devido a falta de educação na área, já que desde pequeno se trabalhava a educação financeira infantil. De modo geral, usar ela na educação financeira dos filhos vale muito à pena!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *